Dorothea Spurni Wendling (1736-1811)


Dorothea Spurni nasceu em 21 de março de 1736 em Stuttgart, Alemanha, filha do trompista Franz Spurni e sua esposa Maria Dorothea.

Dorothea foi contratada pela Ópera de Mannheim em 1752. No mesmo ano ela casou com o flautista Johann Baptist Wendling. Em 4 de novembro de 1770 ela cantou na estréia do tenor Anton Raaff em Mannheim na ópera Catone in Utica de Piccini, com sua cunhada Elisabeth Wendling. Em 6 de abril de 1772 cantou no papel de Diane na cantata Edimione de J. C. Bach. Em 4 de novembro, cantou no papel de Aspasia em Temistocle de J. C. Bach com Anton Raaff no papel-título e Elisabeth Wendling como Rossane. Em 7 de novembro de 1774 cantou no papel de Giunia em Lucio Silla de J. C. Bach, com Raaff no papel-título e Elisabeth Wendling no papel de Celia. A ópera não fez muito sucesso.

Mozart conheceu os Wendling no final de 1777 e eles tornaram-se bons amigos, embora Mozart e sua mãe Anna Maria tivessem escrito para Leopold, em Salzburgo, que os Wendling não tinham senso de religiosidade.

O poeta e escritor Christoph Martin Wieland (1733-1813) escreveu para Sophie de la Roche sobre Dorothea em 1777 que "sua maneira de cantar supera tudo o que já ouvi, mesmo a famosa [Gertrud] Mara. Somente isto é o verdadeiro canto - a linguagem da alma e do coração." Outro contemporâneo escreveu "[Dorothea associa] uma bela aparência e uma voz belíssima, a arte de cantar perfeitamente em todos os gêneros e a atuação mais completa." O compositor Schubart, porém, reprovava seu vibrato.

Mozart escreveu para Dorothea Wendling a ária de concerto Basta, vincesti... Ah, non lasciarmi, no K.486a/295a em 1778, assim como o papel de Ilia na estréia de Idomeneo K.366 em 29 de janeiro de 1781.

Com a morte do Príncipe-Eleitor Maximilian III Joseph em 1777, seu sucessor Karl Theodor decidiu mudar sua corte de Mannheim para Munique, os Wendling eventualmente se mudaram para a nova capital.

Dorothea também foi professora de canto, especialmente em Munique, estando entre suas alunas sua filha Elisabeth Augusta, "Gustl", sua sobrinha Dorothea (filha de Elisabeth Wendling), além de Marianne Crux, Katharina Lang, Elisabeth Caroli e Josepha Beck.

Dorothea Wendling faleceu em Munique em 20 de agosto de 1811. 


ARQUIVOS MIDI:

 

Basta, vincesti... Ah, non lasciarmi, no K.295a (ária de concerto - redução para voz e piano)


Parentes e amigos

Index