Elisabeth Augusta Wendling (1752-1794)


Elisabeth Augusta "Gustl" Wendling nasceu em Mannheim em 4 de outubro de 1752, filha de Johann Baptist Wendling e Dorothea Spurni Wendling.

Gustl estudou canto com sua mãe e já em 1762 estreava num papel mudo em Sofonisba de T. Traetta, mesma ópera em que estreava sua futura tia Elisabeth Sarselli. Em 1769 ela fez sua estréia como cantora em Mannheim. Entre as óperas que ela cantou naquele ano, encontra-se La buona figluola de Piccini. Gustl também de apresentou em Zweibrücken.

Gustl fora amante de Karl Theodor, em 1772 ou pouco depois. J. C. Bach lhe propusera casamento naquele mesmo ano quando esteve em Mannheim para estrear suas óperas Temistocle e Lucio Silla, nas quais sua mãe e sua tia cantaram. Gustl, porém, rejeitou sua proposta. Ainda naquele ano, 6 de abril, ela cantou no papel de Amor  na cantata Edimione do compositor.

Quando Mozart conheceu os Wendling no final de 1777, a reputação da jovem Gustl era de tal forma difundida que Mozart pôde relatar ao pai, com grande naturalidade, "A filha, que já foi amante do Eleitor [Karl Theodor], toca piano muito bem [...]. Então eu toquei [...]. Todos ficaram tão satisfeitos que eu tive que beijar as damas. Essa tarefa não foi tão desagradável quanto à filha, pois ela é muito atraente." (carta de 8 de novembro de 1777). Segundo a mãe de Mozart, Anna Maria, Gustl era "muito bonita" e que "o Bach da Inglaterra [J. C. Bach]" lhe propusera casamento.

Mozart escreveu duas canções francesas para Gustl, Oiseaux, se tous les ans K.307/284d e Dans un bois solitaire K.308/295b; os textos foram escolhidos pela própria Gustl.

Gustl Wendling cantou em Viena na temporada de 1782-3 e estreou em Munique em 13 de novembro de 1784, no papel de Julie em Romeo und Julie de Georg Benda, com enorme sucesso. Segundo carta de Leopold Mozart à filha Nannerl no ano seguinte, Gustl havia se tornado amante do Conde Seeau.

Elisabeth Augusta Wendling faleceu em Munique em 18 de fevereiro de 1794.


Parentes e amigos

Index