Rufinus Widl (1731-1798)


Rufinus Widl nasceu na Ilha Frauenwörth em Chiemsee, 26 de setembro de 1731. Monge beneditino da Abadia Seeon, Widl ensinou filosofia em Freising antes de se tornar professor do Ginásio de Salzburgo em 1763. Autor do texto Apollo et Hyacinthus, “interludium” musicado por Mozart em 1767. Em 1770, foi nomeado prior da Abadia Seeon.

 

Na época de sua morte, Widl era sacerdote da Paróquia de Obing, próxima a Seeon. Lá ele faleceu em 12 de março de 1798.


Parentes e amigos

Index