Theresia Teyber (1760-1830)


Theresia Teyber nasceu em Viena e foi batizada nessa mesma cidade em 15 de outubro de 1760, filha do violinista Matthäus Teyber e Therese Reidl.

 

Theresia estudou canto com o famoso contralto italiano Vittoria Tesi-Tramontini (1700-1775) e estreou no Burgtheater em 8 de setembro de 1778 como Fiametta em Frühling und Liebe de Maximilian Ulbrich. Em pouco tempo tornou-se famosa em Viena por sua especialização em papéis de soubrette e ingénue. Ela continuou a aparecer em diversos singspiels como Die Pilgrime von Mekka, de Gluck, em 26 de julho de 1780, Der Rauchfangkehrer, de Salieri, em 30 de abril de 1781 e na estréia de Die Entführung aus dem Serail K.384, como Blonde, em 16 de julho de 1782.

 

Teyber também participou de uma Academia de Mozart no Burgtheater, em 23 de março de 1783, cantando a ária "Parto, m'affretto", de Lucio Silla K.135. Nesse mesmo ano, Theresia transferiu-se para a Ópera Italiana, cantando papéis de soubrette, como Carlotta em La scuola de' gelosi, de Salieri (22 de abril de 1783), Livietta em Fra i due litiganti il terzo gode, de Sarti (28 de maio de 1783), Lisetta em La frascatana, de Paisiello (8 de dezembro de 1783), além de Zerlina em Don Giovanni K.527 na estréia vienense em 7 de maio de 1788, em substituição a Luisa Laschi Mombelli, que então estava grávida de sete meses. Mozart também tencionava escrever para Theresia Teyber o papel de Metilde em sua ópera inacabada Lo sposo deluso K.430/424a.

 

Em 1785 ou 1787, Theresia casou com o tenor Ferdinand Arnold, que não era muito admirado pelo público vienense. Ele foi primeiramente contratado em 1778, e novamente de 1785 a 1788. Sabe-se que o casal, após ter deixado Viena por volta de 1791, cantou em Berlim, Hamburgo, Varsóvia e Riga.

 

Theresia Teyber faleceu em Viena em 15 de abril de 1830.


Parentes e amigos

Index